domingo, 7 de fevereiro de 2016

Filho de Lula recebeu R$ 500 mil do Corinthians sem cumprir função no clube

Abril Comunicações S.A.

Luis Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, teria recebido cerca de R$ 500 mil entre 2011 e 2013 do Corinthians sem desempenhar função no clube paulista.
As informações são das repórteres Camila Mattoso e Bela Megale em matéria publicada pela Folha de S. Paulo neste sábado.
Em 2011, o Corinthians foi o primeiro cliente de Luis Cláudio como empresário de marketing esportivo.
Um pouco antes, em 2009, filho do ex-presidente havia sido auxiliar de preparação física junto ao técnico Mano Menezes. Nesse período, Luis Cláudio tinha salários de R$ 15 mil.
Em 2011, com a função de levantar patrocinadores para esportes amadores, os vencimentos subiram para R$ 20 mil por mês, informa a reportagem.
Fontes ouvidas, no entanto, negam qualquer envolvimento de Luis Cláudio com o marketing corintiano. "Não me lembro de nenhuma tarefa que ele tenha sido convocado para desenvolver ou que ele tenha realizado algo", disse Luis Paulo Rosenberg, que comandava o setor no clube entre 2007 a 2012.
(fonte: msn / )
Read More

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Com 'time do 6 a 1', Corinthians bate Audax e segue 100% no Paulistão


Ainda em busca de renascer após o desmanche ocorrido durante as férias, o Corinthians venceu a segunda partida na temporada nesta quinta-feira, ao bater o Osasco Audax por 1 a 0, fora de casa. O resultado manteve os 100% de aproveitamento do time alvinegro no Paulistão.
Para o confronto, o técnico Tite apostou na mesma formação da estreia, com 10 jogadores que atuaram no histórico 6 a 1 contra o São Paulo no fim do Campeonato Brasileiro do ano passado, no que foi a maior goleada no clássico em todos os tempos a favor do time alvinegro.
O gol corintiano foi marcado por Uendel, ainda na etapa inicial, em assistência de Rodriguinho. O meia, aliás, já havia dado o passe para o gol de Romero, na estreia da equipe alvinegra no Campeonato Paulista. Na ocasião, Elias trombou com o goleiro antes de a bola sobrar para o atacante paraguaio.
O Corinthians chegou aos seis pontos no Paulistão, na liderança do grupo D. O próximo compromisso é contra o Capivariano, na quinta-feira que vem, na Arena Corinthians.
O Audax, por sua vez, estacionou nos três pontos, mas ainda no topo do Grupo C, e volta a campo na quarta, diante do Red Bull.
O jogo
No duelo desta quinta, no Estádio José Liberatti, em Osasco, a equipe alvinegra começou melhor. Logo no primeiro minuto do duelo, a marcação pressão funcionou, Danilo ficou com a bola dentro da área e chutou bonito, mas Felipe Alves defendeu no ângulo.
Depois, Romero escapou da marcação dentro da área e chutou rasteiro. Felipe Alves fez outra ótima defesa para salvar o Audax.
Em lance polêmico para o time de Osasco, Tche Tche fez ótimo lançamento para Bruno Paulo em profundidade. O atacante passou por Cássio, que saía da área, e caiu, só que o árbitro mandou o jogo seguir e ainda aplicou o cartão amarelo no jogador do Audax.
O gol veio logo depois. Rodriguinho começou a jogada pelo meio e viu Uendel passando em velocidade. O lateral recebeu dentro da área sozinho e chutou forte, no canto direito de Felipe Alves.
O segundo tento quase veio na sequência. Fagner disparou pela direita e cruzou na medida. Lucca ganhou da marcação na velocidade e finalizou, no travessão.
Na etapa final, o Audax começou melhor. Mike recebeu a bola dentro da área, dominou bonito e soltou a bomba. Cássio fez boa defesa para impedir o empate.
Rodrigo Andrade cobrou falta por baixo da barreira. A bola sairia pela linha de fundo, mas Cássio correu para evitar a saída e a colocou em jogo novamente. No rebote, Ytalo chutou quase da pequena área e mandou por cima, desperdiçando, deixando o placar mesmo a favor do time da capital paulista.
FICHA TÉCNICA:
AUDAX 0 X 1 CORINTHIANS
Local: Estádio José Liberatti, em Osasco (SP)
Data: 4 de fevereiro de 2016, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
Público: 6.399 pagantes
Renda: R$ 269.660,00
Cartões amarelos: Bruno Paulo (Grêmio Osasco Audax); Yago (Corinthians)
Gol: CORINTHIANS: Uendel, aos 12 minutos do primeiro tempo
AUDAX: Felipe Alves; Francis, André Castro (Márcio Diogo), Bruno Silva e Léo Bahia (Felipe Diadema); Tchê Tchê, Camacho e Rodrigo Andrade; Mike (Rodolfo), Ytalo e Bruno Paulo. Técnico: Fernando Diniz
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias (Willians), Romero Rodriguinho e Lucca (Marlone); Danilo (Guilherme). Técnico: Tite        (msn / ESPN)
Read More

Santa Fe inicia caminhada rumo ao grupo do Corinthians na Libertadores

Santa Fe fez o que precisava para seguir na competição e chegar à final
Santa Fe pegará o Corinthians se passar pelo Oriente Petrolero 
Dois jogos completam, nesta quinta-feira (4), a rodada de ida da fase preliminar da Copa Libertadores. Destaque para o Independiente Santa Fe, da Colômbia, atual campeão da Copa Sul-Americana, que visita o Oriente Petrolero a partir das 22h45 (de Brasília), no Estádio Ramon Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Os colombianos surgem como favoritos nesta chave, principalmente porque conseguiram manter parte da base que conquistou o título continental em dezembro do ano passado.
A partida desperta o interesse do Corinthians, pois o vitorioso desta chave vai ingressar no grupo do time alvinegro na Copa Libertadores, que conta ainda com o Cerro Porteño, do Paraguai, e com o Cobresal, do Chile. Se o Independiente Santa fe confirmar seu favoritismo pode tornar a chave corintiana uma das mais complicadas da primeira fase.
O duelo na Bolívia terá trio de arbitragem brasileiro. Péricles Bassols Cortez apita, sendo auxiliado por Rodrigo Corrêa e Dewson Freitas. O choque de volta entre as duas equipes, na Colômbia, será na próxima semana.
Na outra partida desta quinta-feira, às 20h30(de Brasília), o Guaraní, do Paraguai, visita o Independiente del Valle no Estádio Rumiñahuiu, em Sangolquí, no Equador. O classificado desta chave vai cair no grupo do Atlético-MG, que conta ainda com Colo Colo, do Chile, e Melgar, do Peru. (ESPN.com.br)
Read More

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Corinthians nega falha em negociação para manter promessa de 16 anos

Incomodada com a repercussão negativa da notícia de que poderá perder o atacante Vitinho, de 16 anos, sem nem sequer receber uma compensação financeira, a direção do Corinthians divulgou uma nota oficial na tarde desta quarta-feira para se defender.
Destaque da Seleção Brasileira campeã do Sul-americano sub-15 da Colômbia, disputado em dezembro, Vitinho já está juridicamente livre para atuar por outra equipe.
Victor Moura, o Vitinho, destacou-se na base da Seleção e atraiu a atenção do Manchester City (foto: acervo pessoal)
Victor Moura, o Vitinho, destacou-se na base da Seleção e atraiu a atenção do Manchester City (foto: acervo pessoal)
O contrato de formação do jogador expirou em 4 de janeiro – ou seja, o Corinthians precisaria ter oferecido o vínculo profissional até o dia seguinte. Nick Arcuri, empresário de Vitinho, já avisou que está aberto a ouvir propostas de interessados.
O clube que manifestou desejo de contar com Vitinho é o Manchester City, da Inglaterra, no qual ele passou por um período de estágio em outubro. O garoto ficou bastante empolgado com a oportunidade que contou com a anuência do Corinthians. Caso a transferência definitiva se confirme, ele terá que esperar a maioridade para jogar pelo novo time oficialmente.
O Corinthians, no entanto, encaminhou o caso para o seu departamento jurídico, na tentativa de ao menos recuperar os seus direitos sobre o atleta.
Confira o comunicado do Corinthians:
“Ganhou destaque na imprensa o impasse na negociação do Corinthians com o empresário que trata do primeiro contrato profissional do atleta Vitor Moura, de 16 anos. É importante ressaltar que o clube vem conversando sobre o caso do atleta há muito tempo. Desde o ano passado, 2015, o clube sinalizou a vontade de exercer o direito de firmar o primeiro Contrato Especial de Trabalho Desportivo, junto ao empresário Nick Arcuri. A negociação para tratar do assunto vem sendo tratada antes mesmo do pedido do empresário para um período de 15 dias do atleta no Manchester City da Inglaterra.
O Corinthians em momento algum abandonou a negociação e, inclusive, acompanhou o período de experiência do atleta com o Manchester City, enviando um representante do clube para a Inglaterra. Após o retorno do atleta, o Corinthians continuou tratando junto ao empresário o interesse de exercer seu direito para efetivar o contrato do jogador.
De forma cordial, clube e empresário do atleta vinham tratando do assunto, mesmo sem chegar a números definitivos, atendendo a pedidos como a ida do jogador ao Manchester City e adiando a definição do caso conforme solicitado pelo próprio Nick Arcuri.
O Corinthians, que nunca pecou por inércia na condução de negociações para efetuar esse tipo de contrato, estranha a forma como o assunto foi abordado.
O que sempre foi tratado de forma cordial entre as partes virou uma forma de pressão junto ao clube para a efetivação do Contrato Especial de Trabalho, em termos que não possibilitam por parte do clube uma margem de negociação.
A fim de esclarecer os fatos e defender os seus direitos, o clube vai encaminhar o assunto para o Departamento Jurídico. Por respeito ao atleta e até mesmo ao seu empresário, o clube não vai revelar ou relatar detalhes da negociação entre as partes e lamenta profundamente a posição adotada para tratar do caso”.
gazetaesportiva.com
Read More

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Willians evita comparação com Ralf e promete menos cartões no Corinthians

Volante assina contrato válido até o fim do ano, diz estar pronto para jogar e avisa: foi perseguido pelos árbitros quando atuou pelo Cruzeiro

Willians e o diretor Eduardo Ferreira na apresentação no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)


Contratado pelo Corinthians para substituir o capitão Ralf e dar experiência ao time na Taça Libertadores, o volante Willians quer logo ficar à disposição do técnico Tite para mostrar que tem condições de ajudar o clube. Em troca com Marciel, formado na base do Timão, ele foi emprestado pelo Cruzeiro até o fim do ano.
Depois de assinar contrato na tarde desta terça-feira, Willians foi apresentado no CT Joaquim Grava e evitou comparações com seu antecessor.
Procuro melhorar, mas sem me comparar ao Ralf. É o Willians que está chegando. Vou fazer de tudo para ter uma história no Corinthians. Espero que o treinador possa me passar tudo. Espero ajudar muito. Chego para poder ganhar títulos – afirmou.
O volante tem uma diferença marcante em relação a Ralf. Enquanto o antigo capitão do Corinthians era conhecido por levar poucos cartões, Willians foi advertido dez vezes e expulso outras duas. Ele admite o problema e promete ter mais cuidado no Corinthians.
– Tenho um poder de marcação muito forte, mas fui muito marcado pelos árbitros no ano passado. Tenho 30 anos. Posso mudar. A experiência do dia a dia, ano a ano, você tem a possibilidade de mudar. Vou sentar com o treinador e tentar fazer com que não ocorra como no ano passado. Espero jogar um grande futebol – explicou.
O reforço ainda não está regularizado na CBF, e por isso não estará à disposição do Corinthians para o jogo desta quinta-feira contra o Audax, pelo Campeonato Paulista. Willians vai disputar vaga com Bruno Henrique, atual titular do meio-campo alvinegro.
Confira abaixo as principais respostas de Willians:
Willians Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)Willians já vinha treinando antes de assinar (Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)
Posicionamento em campo
– Eu sempre joguei como primeiro ou segundo volante, não tenho esse problema, mas vou continuar treinando. Ainda não conversei com o Tite, espero fazer isso o quanto antes, mas o importante é entrar e poder ajudar. Se eu estiver no grupo, está bom.
Como conseguir vaga no time?
– Tem de trabalhar. O Bruno Henrique é um grande jogador, tem a confiança do treinador, eu vou trabalhar aos poucos para chegar ao meu momento. Estou preparado.
Repercussão da troca por Marciel
– É diferente. Ele é um menino, um grande jogador que saiu da base, mas eu tenho meu potencial e meu currículo. Esse currículo é grande, passei por vários times grandes. O importante é que tenho muito a mostrar. Espero que eu possa agradar a todos.
Mudança de posição no Cruzeiro
– Com Mano Menezes tive uma etapa muito boa. Eu vinha de cinco jogos no banco com o Vanderlei Luxemburgo, e com o Mano entrei numa posição diferente, onde sempre joguei, aberto pelo lado direito, mas não atuava por ali há muito tempo. Aqui é outro treinador, espero aprender muito com o Tite.
Experiência em Libertadores
– Já disputei três Libertadores, a última com o Cruzeiro, espero que eu possa ajudar. O Corinthians tem muito a mostrar. Sei que o time está se reformulando, tem grandes potenciais. Tenho certeza de que o Corinthians vai render muitos frutos na Libertadores, podendo até ser campeão.   (fonte:globoesporte)
Read More

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Giovanni Augusto e André fazem primeiro treino com elenco do Timão

Giovanni Augusto e André durante o treino do Timão, nesta segunda-feira (Foto: Diego Ribeiro)

Os dois reforços mais recentes do Corinthians fizeram o primeiro treino com bola na manhã desta segunda-feira. Contratados do Atlético-MG, o meia Giovanni Augusto e o atacante André trabalharam com os novos companheiros pela primeira vez desde que chegaram a São Paulo.
A dupla aguarda detalhes burocráticos para a assinatura de contrato – ambos devem firmar vínculos longos com o Timão. A tendência é de que eles ainda não estejam à disposição do técnico Tite para o jogo desta quinta-feira contra o Audax, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.
André e Giovanni correram em volta do gramado e participaram de um treino em campo reduzido com os reservas corintianos. Os titulares da vitória por 1 a 0 sobre o XV de Piracicaba, neste domingo, ficaram apenas na academia.
A dupla do Galo mostrou rápido entrosamento com o meia Guilherme, também recém-chegado, que defendeu o clube mineiro até o meio do ano passado.
Além de André e Giovanni, o Corinthians aguarda documentações para sacramentar a contratação do volante Willians, que treina há mais de uma semana no CT Joaquim Grava. A prioridade, agora, é a busca por um zagueiro. O paraguaio Balbuena, do Libertad, é um nome desejado pela comissão técnica.
Por São Paulo/globoesporte
Read More

domingo, 31 de janeiro de 2016

Romero 'salva' nos acréscimos, e Corinthians bate o XV em estreia


Um gol suado, uma vitória sofrida. Assim, o Corinthians, atual campeão brasileiro, inicia a temporada 2016. Em uma tarde de pouca inspiração, muitos erros e um pênalti perdido por Rodriguinho, a equipe comandada por Tite dependeu de um gol do paraguaio Ángel Romero, nos acréscimos, para superar o XV de Piracicaba pelo placar de 1 a 0, na Arena, e debutar com três pontos no Campeonato Paulista.
A vitória corintiana 'quebra' o estigma dos times grandes nesta semana de abertura do estadual: os outros dois grandes clubes a estrearem neste Paulista de 2016 não venceram. No último sábado, o Santos ficou no empate por 1 a 1 com o São Bernardo, na Vila Belmiro. Já o São Paulo teve o mesmo placar diante do Red Bull, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.
Sem a base da equipe hexacampeã brasileira no ano passado, o Corinthians animou nos primeiros minutos. Com organização, toque de bola e paciência, a equipe da capital controlou o XV de Piracicaba. Contudo, os desfalques dos transferidos Jadson e Renato Augusto, fez a diferença. Faltava infiltração, criatividade no último setor de campo e, especialmente, finalização.
Assumidamente retraído no campo de defesa, o XV de Piracicaba se limitava a defender e contra-atacar. Os visitantes ainda contaram com a sorte para segurar o 0 a 0 durante os primeiros 45 minutos. Rodriguinho, aos 28min, desperdiçou cobrança de pênalti; o arremate do novo titular do meio-campo corintiano passou próximo à trave esquerda de Bruno Brigido.
O erro de Rodriguinho abateu o Corinthians. Por outro lado, os visitantes se animaram. A equipe da capital paulista caiu de rendimento, passou a errar muito e enfrentou muitas dificuldades para criar. A solução encontrada por Tite foi promover a entrada do recém-contratado Marlone, mais uma opção no setor de meio-campo.
Mesmo com o novo meia em campo, o atual campeão nacional mostrou dificuldades diante de uma defesa bem armada. Desta forma, com cautela e muita disposição, o XV de Piracicaba conseguiu segurar o Corinthians até os acréscimos.
Já com mais de 46min, Rodriguinho lançou Elias, que dividiu com o goleiro. Romero, atento ao acompanhar a jogada, finalizou com o gol livre para dar a primeira vitória corintiana no Campeonato Paulista.
Saudades Jadson
Transferido para o futebol chinês antes do início da pré-temporada, Jadson faz falta ao Corinthians. Pelo menos nas bolas paradas, o clube de Parque São Jorge sentiu saudades do antigo camisa 10 logo no primeiro jogo.
Desde que assumiu no ano passado as cobranças de pênalti para a equipe de Tite, Jadson cobrou oito penalidades e converteu todas, algumas decisivas como na vitória por 2 a 0 contra o Santos e no 2 a 1 contra o Coritiba, ambos jogos realizados na Arena.
Diante do XV de Piracicaba, no primeiro pênalti a favor, Rodriguinho assumiu a responsabilidade. Cobrança forte, no canto, mas para fora.
Arbitragem começa bem
Logo na estreia de paulistanos e piracicabanos, a arbitragem teve muito trabalho. Apesar das reclamações dos visitantes, o trio liderado por Flávio Rodrigues de Souza acertou no lance mais polêmico.
Depois de desvio dentro da área, o zagueiro Heitor, completamente livre na pequena área, tocou de cabeça para as redes.
O defensor, no entanto, estava impedido, apesar de reclamar com os homens do apito.
Próximo desafio
Depois de debutar diante do torcedor na Arena, o Corinthians estreará fora de casa na próxima quinta-feira. A partir das 19h30 (de Brasília), Tite e companhia terão pela frente o Osasco Audax, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco.
Por outro lado, o XV de Piracicaba joga na quarta-feira, às 17h, contra o Rio Claro, no Barão de Serra Negra.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 XV DE PIRACICABA
Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 31 de janeiro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Público: 31.309 pagantes
Renda: R$ 1.643.455,00
Cartões amarelos: Felipe e Romero (Corinthians); Daniel (XV de Piracicaba)

GolsCORINTHIANS: Romero, aos 46 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel (Guilherme Arana); Bruno Henrique, Elias, Romero, Rodriguinho e Lucca (Marlone); Danilo
Técnico: Tite
XV DE PIRACICABA: Bruno Brígido; Daniel, Fábio Sanches, Heitor e Julinho (Lucas Pavone); Magal, Léo Salino, Aloísio (Adriano), Henrique Santos e Diney; Rodrigo Silva (Patrick)
Técnico: Claudinho Batista
(msn / ESPN)
Read More

© corinthians na veia, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena